Imagem pessoal 7 novembro 2018

Refém de mim e do meu manequim…

Você já foi refém do seu manequim?

Eu desde que me conheço por gente, fui!

Digo que fui, porque estou num processo de libertação dele…

Lembro-me por diversas vezes muita gente falar:

– Ah, você é magrinha! Está querendo confetes.

Mas na realidade, muita gente não sabe o quanto foi difícil ser refém do seu manequim e se manter no mesmo número de roupa. Até porque são pouquíssimas as pessoas que sabem o que realmente passamos, não é mesmo?

Por muito tempo, quando entrava em uma loja e ao provar a roupa que a numeração de costume não servia, eu saia de lá arrasada!

Não aceitava usar um número acima do padrão exigida por mim mesma. Isso para mim era uma tortura!!!

Demorei pra conseguir me aceitar do jeito que vim ao mundo. Sempre temos alguma coisa que não gostamos em nós mesmos, não é mesmo?

Esse processo aconteceu comigo há pouco tempo, quando precisei dar uma guinada na minha vida após a segunda gestação.

Estava em um momento de reencontro comigo mesma quando eu ingressei no curso de Formação em Consultoria de Imagem, onde, as aulas me ajudaram muito a me libertar de tudo isso.

Comecei estudar um pouco como funciona esse mundo das roupas e foi aí que comecei a olhar com outra perspectiva.

Você já parou pra pensar que dificilmente uma numeração de roupa de uma determinada marca vai ser igual à de outra?

Pois é, cada marca tem um padrão de corte e manequim, e consequentemente tem um caimento diferente. E que não é porque você veste tamanho “P” em uma marca e “M” em outra, que seu corpo mudou ou que necessariamente você engordou.

O que importa realmente, é que o caimento esteja perfeito pro seu corpo. É perfeitamente normal comprar uma peça de numeração maior tendo que fazer alguns ajustes.

Afinal, aquela peça não foi feita pro seu corpo. É algo feito em grande escala de produção e sim, pode ter alguma diferença no corte.

Hoje eu me permito provar números diferentes, analiso se precisa de ajustes e saio da loja satisfeita com minha nova aquisição mesmo que ela precise de alguns acertos pra ficar perfeita para mim!

Vale a pena provar vários tamanhos, vale a pena analisar de forma diferente as roupas, vale a pena se libertar do que está dentro da etiqueta.

Porque o importante é sentirmo-nos bem, belas e felizes!!! 😉

#porquehojevouassim